Código Verde

Green Code

O Código Verde OnLine mostra compromissos e ações de sustentabilidade durante o ano inteiro. A tecnologia digital permite que empresas e instituições atualizem as informações conforme crescem em seus projetos de responsabilidade, como as boas práticas ESG de referências ambientais, sociais e de governança.

Colocado nas vitrines, pontos de venda, etiquetas, impressos, frota de veículos, eventos e outros locais, o Green Code (grcode) chega para facilitar a identificação das marcas verdes. A novidade também é uma poderosa ferramenta de negócios e fidelização, porque os clientes podem comemorar as conquistas e esforços da marca. Além de estimular a transição para a nova economia em todos os setores (menos armas e drogas), a plataforma natureup.com tem espaço para fornecedores pessoais e corporativos dos itens naturais, ecológicos, orgânicos, veganos e ambientais.

Além de colocar a empresa e seus produtos ou serviços no mapa das marcas verdes, o código que pode ser lido com celular, é o jeito inteligente de declarar sustentabilidade, com a transparência e velocidade que o mercado exige.

 

+

Como funciona a Transparência do Green Code

Encontrar o Código Verde (selo digital) indica que a organização desenvolve suas atividades com responsabilidade social e mínimo impacto ambiental; e que existem itens de sustentabilidade nos produtos, serviços e instalações. Mais que isso, diz ao mercado: veja o que estamos fazendo agora, de verdade, para preservar a qualidade da sua vida e das futuras gerações.

Além de mostrar sustentabilidade em tempo real e identificar organizações comprometidas com a excelência ambiental, o Selo concentra, num único lugar, todos os certificados, compromissos, metas e ações definidas nos critérios Ambientais, Sociais e de Governança do ESG. Mais que isso, permite acesso online às informações publicadas pela própria empresa, que pode apresentar e atualizar seu projeto em qualquer estágio, desde os primeiros passos.

Segundo a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), “é possível integrar questões ESG sem gerar custos, basta começar com temas simples, informações públicas e de fácil acesso. As estratégias de investimento utilizadas mostram que ainda não existe um padrão; as informações listadas servem como uma direção, mas cabe ao gestor/investidor adequá-las à sua necessidade. Quando as questões ESG se tornarem naturais no processo de decisão, pode-se aumentar, gradativamente, a complexidade das análises e estratégias.”

O sistema de informação ambiental aprovado pela União Europeia, e adotado pela NatureUp!, pode ser usado voluntariamente por todos os “players” do mercado. O incentivo à publicação transparente de investimentos alinhados com os critérios da “green economy”, além de melhorar a imagem institucional, pode ajudar as empresas no financiamento de suas atividades sustentáveis. Cada vez mais investidores e instituições financeiras adotam a classificação de risco para elevar o fator de ponderação de ativos ecológicos.

Criado na pós-graduação da FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, para mostrar iniciativas de sustentabilidade de empresas e governos, o Código Verde NatureUp! é uma aplicação inteligente da tecnologia qrcode, código interativo que pode ser lido com smartphones. Como todo Selo de Adesão Voluntária, tem como base a autodeclaração, cujas informações ficam sujeitas a auditoria de conformidade e denúncias.

Nenhum produto no carrinho.

X