Startup NatureUp vai conectar Green Life & Green Business na mesma plataforma.

Inspirada na própria natureza, que tem 99 tons de verde e garante espaço para todos, a NatureUp está construindo um inovador Ecossistema Acelerador da Economia Verde para consumidores, fornecedores e investidores.

Com o rápido crescimento do mercado, será cada vez mais difícil montar uma lista atualizada de opções sustentáveis. As referências de produtos e serviços estão em tantos lugares diferentes e desconhecidos, que empresas e consumidores nem sempre conseguem se dar bem nessa verdadeira mineração de tesouros verdes. Faltava concentrar tantas informações e facilitar a vida de todas as partes.

Parece que desta vez o mundo entendeu, no bolso, que chegou o momento de minimizar o risco de novas pandemias e evitar os efeitos das mudanças climáticas, preservando o equlíbrio dos ecossistemas. Em 2020, durante o World Economic Forum, a declaração dos investidores que controlam as maiores fortunas do planeta não deixou dúvidas: “Sejam sustentáveis, porque a nova economia é verde”.

A União Europeia reconheceu que o mercado de investimentos verdes é uma das áreas de crescimento mais rápido no setor de finanças. Saiu na frente e estabeleceu regras, com força de lei, para acesso ao tesouro de dezenas de trilhões de dólares disponíveis no mundo para projetos e negócios sustentáveis. Nos Estados Unidos, o presidente Biden decidiu gerar milhões de empregos verdes, liderando um movimento considerado irreversível, e que já conta com a adesão da gigantesca China.

Também é tempo de ESG, a principal ferramenta de análise e decisão dos investidores. O termo vem do inglês e representa um conjunto de valores e critérios que uma organização ou cidade adotam em suas atividades ou projetos. Pelas regras, nenhuma empresa está obrigada a praticar os princípios ESG, porém cedo ou tarde terá que explicar aos investidores e consumidores, porque devem continuar confiando em quem não mostra suas Referências Ambientais, Sociais e de Governança. O ESG é o próximo nível da economia verde.

Mudar paradigmas foi essencial para o conceito da nova startup, por exemplo: definindo que a natureza pertence à todos e não somente aos que a exploram; aceitando que toda atividade econômica tem impacto sobre a natureza; reconhecendo que transformar sustentabilidade em negócio ajuda a preservar a natureza; entendendo que os problemas relacionados à natureza estão conectados e que as soluções também.

Neste momento a mobilização é global, porque na retomada da economia, os negócios verdes podem abrir um mercado do tamanho do planeta, para grandes e pequenos.

Cada vez mais pessoas estão se definindo verdes e NatureUp é o lugar de todos os verdes. O endereço natureup.com é uma plataforma de possibilidades que encurta caminhos com Notícias Verdes Fresquinhas, Marketplace de Fornecedores Pessoais e Corporativos, Banco 100% Verde com Cartão Digital e Investimentos, Treinamento de ESG, Empregos Verdes e muito mais.

Seja verde do seu jeito.

Sim! Quero saber mais sobre Opções de Parceria

    Divórcio para salvar o planeta

    Divorce to save the planet

    Rolar para o topo